Dormir de lado ajuda a evitar doenças como Alzheimer; entenda

Dormir de lado ajuda a evitar doenças como Alzheimer; entenda

Durante o sono, o nosso cérebro limpa soluções químicas que prejudicam o funcionamento dele

A posição em que você dorme pode ser fundamental para a sua saúde. Cientistas de uma universidade americana descobriram que dormir de lado ajuda a diminuir as chances de uma pessoa desenvolver Alzheimer, Parkinson e outras doenças neurológicas.

O estudo, que foi publicado no Journal of Neurosciece, identificou que o cérebro elimina resíduos de forma mais eficiente deste jeito do que quando a pessoa dorme de costas ou de bruços.

A pesquisa foi realizada por cientistas da Universidade de Stony Brook em cérebros de ratos, que têm estrutura similar ao dos humanos. Durante o sono, o nosso cérebro limpa soluções químicas que prejudicam o funcionamento dele, de forma similar à atuação do sistema linfático.

“Muitos tipos de demência estão ligados a distúrbios do sono, inclusive dificuldades em começar a dormir. Também está aumentando o conhecimento de que os distúrbios do sono podem acelerar a perda de memória na doença de Alzheimer. Nossa descoberta traz um novo insight sobre o assunto ao mostrar que a posição em que você dorme é importante”, explicou a cientista Helene Benveniste, da Universidade de Stony Brook, para o portal Uol. A descoberta, no entanto, ainda será testada em humanos.

 

 

Matéria Original: Correio24h

Salvador recebe curso de masturbação para mulheres em setembro

Salvador recebe curso de masturbação para mulheres em setembro

No curso, as inscritas vão aprender técnicas de masturbação e pontos erógenos do corpo feminino e masculino

Com o intuito de desmistificar a masturbação, o portal Mundo da Intimidade promove, no dia 10 de setembro, um curso sobre o tema. Voltado apenas para o público feminino, o evento terá palestras da sexóloga Karla Kalil e da educadora sexual Aline Castelo Branco.

“Recebemos pedidos de ajuda de mulheres que querem aprender a chegar ao orgasmo”, revelou Aline ao Portal iBahia. Com previsão inicial de 40 vagas, o curso ‘Aprenda a se Masturbar’ custa R$50 reais. Quem se inscrever ganha um brinde e terá direito a 2 horas de aula.

Para a parte prática, as mulheres terão o auxílio didático de uma prótese de vagina. ”Também temos como objetivo que nossas alunas consigam ter o emponderamento do seu próprio corpo”, ressaltou a educadora sexual.

No curso, as inscritas vão aprender técnicas de masturbação e pontos erógenos do corpo feminino e masculino. “Tudo para deixar a mulher e seu parceiro ou parceira mais feliz e satisfeito sexualmente”, assegurou Aline.

Durante o bate-papo com o iBahia, ela revelou que até dezembro o Mundo da Intimidade promoverá outros cursos: “Teremos temas como pompoarismo, sexualidade da mulher mastectomizada e sexo anal”.

Vale lembrar que o site também já promoveu outros cursos voltados para a sexualidade feminina. Um bom exemplo é o curso de sexo oral. “A demanda do nosso último curso foi tão grande que tivemos que disponibilizar mais vagas. No total foram 60 alunas”, disse Aline. As inscrições podem ser feitas através do e-mail Cursosintimidade@Gmail.Com.

 

 

Matéria Original: Correio24h

Bandidos fizeram mais de 20 reféns em obra no Cabula

Bandidos fizeram mais de 20 reféns em obra no Cabula

Tentativa de assalto foi frustrada pela chegada da PM; parte de criminosos invadiu condomínio

Mais de 20 pessoas foram mantidas reféns por bandidos na manhã deste domingo (23) em um canteiro de obra do Palazzo Belavista, próximo ao Condomínio Máximo, no Cabula, segundo informações da Polícia Militar.

Dez bandidos foram até o local com um caminhão para roubar materiais de construção da obra. Entre os reféns, estavam operários, um corretor e até dois clientes.

Policiais da 23ª Companhia Independente de Polícia Militar (Tancredo Neves) faziam ronda quando foram parados por populares que estranharam a movimentação no canteiro de obras.

Os PMs foram imediatamente para o local e flagraram homens armados carregando material da obra para o caminhão. Ao avistar os policiais, os bandidos começaram a fugir e houve troca de tiros.

Alguns dos bandidos chegaram a passar por um matagal e pular o muro do Condomínio Máximo. Também houve troca de tiros dentro do condomínio. O Corsa de uma moradora foi roubado para a fuga dos bandidos, mas foi abandonado à noite na região do Calafate. Um helicóptero da Polícia Militar foi acionado para ajudar nas buscas pelos suspeitos, mas todos que entraram no local conseguiram fugir.

Um dos suspeitos foi baleado e socorrido para o Hospital Roberto Santos, onde já chegou sem vida. Ele ainda não foi identificado. Com ele, a PM apreendeu uma pistola. Um operário da construtora Vitor Negrão, que estava trabalhando, também foi baleado, atingido na perna direita. Caio Tulio de Jesus Lima, 20 anos, foi socorrido também para o Roberto Santos.

O motorista do caminhão foi detido e encaminhado para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O veículo tem placa de Pernambuco.

 

 

Matéria Original: Correio24h

Facção arrasta endividados nas ruas e amarra em rio até a morte em Nazaré

Facção arrasta endividados nas ruas e amarra em rio até a morte em Nazaré

Moradores da Rua Katiara relataram ao CORREIO o terror imposto pleo bando contra devedores e inimigos

Vizinhos do manguezal localizado nos fundos da Rua Katiara, em Nazaré, no Recôncavo, costuma ouvir mais que ruídos noturnos da fauna nativa da área lamacenta. O local é conhecido como tribunal do júri da facção fundada por Adílson Souza Lima, o Roceirinho, antigo morador da região e que hoje está no presídio federal de Campo Grande (MS). O nome da via de paralelepípedos cercada de casas com  tijolos à mostra, enladeirada e cercada por morros, batiza o grupo criminoso liderado por ele, que utiliza o mangue como sala de torturas.

Moradores relataram ao CORREIO que, a prática já foi mais frequente, mas  mesmo assim não é raro,  à noite,  ouvirem, vindos do mangue, gritos e gemidos de vítimas da facção sendo espancadas. Depois, elas são deixadas amarradas, por dias, com os ferimentos  expostos a insetos e caranguejos. “É horrível. A gente sofre com as pessoas pedindo socorro, gritando pela mãe, mas quem vai lá ajudar?”, perguntou uma mulher que mora perto do mangue e, por medo, pede para não ser identificada.

Para a foz do Rio Jaguaripe, entre os bairros Apaga Fogo e  Muritiba, são levados devedores e quem desobedece as regras da facção. “Os que devem muito, sequer têm segunda chance. Morte na hora”, disse outro morador. Mas não só eles. Comandante da 3ª Companhia Independe de PM de Nazaré, capitão Maurício Costa contou que integrantes da própria Katiara já foram amarrados no mangue como punição. O grupo apareceu em um vídeo na internet exibindo armas e provocando rivais. “O chefe deles mandou amarrá-los como castigo. Já encontramos um tronco com corda”, disse.

Os relatos foram feitos um dia após as polícias Civil e Militar realizar uma operação no local, em cumprimento a dez mandados de prisão e apreensão (ver ao lado). A reportagem esteve, na última quarta-feira, na rua, no bairro Muritiba. Apesar da grande presença policial, poucas pessoas quiseram falar com a reportagem, mas confirmaram a sequência  de horrores no mangue.

O tribunal
Depois de julgadas por uma comissão, formada pelo gerente da boca e comparsas, as vítimas são agredidas e amarradas. No caso de dívida de droga, aguarda-se o pagamento do montante devido pela família. “A intenção deles é fazer com que os parentes quitassem as dívidas. Já teve gente que ficou 15 dias amarrada. Muitos morreram e os corpos foram despejados no mangue”, relatou um jovem.

“A outra forma de tortura é amarrar uma corda nas pernas e arrastar as pessoas na rua e, depois, jogar o corpo na casa das famílias”, relatou outro morador, que em seguida, estendeu o braço, apontando para um morro que cerca a rua. “Lá em cima é o ponto de observação deles. Dali, ficam de olho na presença da polícia e de quem vem de fora”, indicou.

Segundo uma moradora, o problema do tráfico de drogas é antigo na localidade, mas de dez anos para cá, a situação piorou. “A droga sempre existiu. As pessoas conviviam bem com isso. A maioria das famílias vivia do manguezal e eram poucos aqueles que consumiam essa porcaria (droga). Mas, de 10 anos pra cá, os jovens aqui só andam armados”.

Domínio

O começo do domínio de Roceirinho veio, justamente, com a aquisição de armas como fuzis e metralhadoras, há cerca de 10 anos. Entre as práticas relatadas por um PM, para que o traficante ampliasse sua área de atuação, estava o investimento na distribuição das drogas na região. “Ele pagava R$ 150 por semana a um vapor (quem transporta a droga)”, comentou um policial que participou da operação.

Com a conquista de Nazaré, não foi difícil estender os domínios para regiões vizinhas, como Santo Antônio de Jesus, Maragogipe, Salinas da Margarida, Vera Cruz e Santo Amaro. Em Salvador, Roceirinho domina pontos nos bairros de Valéria, Águas Claras e Lobato.

Outro lado
Apesar dos relatos das crueldades da Katiara em Nazaré, o delegado da cidade, Marcos Maia, disse que só há dois registros recentes que ele tem conhecimento. Em 19 de abril, o corpo de João Paulo Sampaio dos Santos, 26, foi encontrado dentro do manguezal, no bairro de Apaga Fogo, vizinho à Rua Katiara.

A vítima estava nua e foi resgatada por policiais, que usaram barcos, e contaram com a ajuda de moradores e pescadores.  João Paulo morava no bairro de Castelo Branco, em Salvador, e estava na casa de parentes.

“Ele andava perambulando pela cidade”, disse o delegado. A vítima morreu de traumatismo craniano. “Provavelmente, golpes de madeira, mas não temos autoria”, explicou.

O segundo caso foi há dois anos. “Uma mulher foi espancada e ameaçada de morte após uma desavença com um integrante da quadrilha. Ela registrou queixa e abandonou a Rua Katiara”, disse Maia. “O restante que se atribui ao bando, outras torturas e mortes, acredito que seja especulação, pois estou há um ano na delegacia e não há mais registro disso”.

No entanto, em 24 de novembro de 2014, moradores de Caboto encontraram amarrados os corpos dos irmãos Edvan Santos da Cruz, 25, e José Carlos Santos da Cruz, 27, com marcas de tiro e deformações no rosto. À época, a população informou ter visto um grupo armado cercando a casa dos irmãos, gritando “Katiara!”.

 

 

Matéria Original: Correio24h

Tia é presa depois de jogar água quente em sobrinho de oito anos na Bahia

Tia é presa depois de jogar água quente em sobrinho de oito anos na Bahia

A mulher contou que o alvo não era o sobrinho, mas sim um amigo do irmão que teria abusado dela durante a noite

Uma mulher de 32 anos foi presa em flagrante por jogar água quente e provocar diversas queimaduras no sobrinho de 8 anos, no município de Alcobaça, no sul da Bahia.

De acordo com informações da delegacia de Teixeira de Freitas, onde o caso foi registrado, Rosemaria Sacramento dos Santos, foi presa em flagrante por lesão corporal grave no sábado (22), depois de ser encontrada pela polícia na BA-290, já na altura de Caravelas.

“Os policiais militares que a capturaram informaram que ela estava fugindo após queimar o menino, mas em depoimento ela disse que estava indo para casa de uma amiga devido ao clima tenso que se formara em casa após o caso”, contou o escrivão Laerte, da delegacia de Teixeira de Freitas.

Ainda de acordo com a delegacia, a mulher contou que o alvo não era o sobrinho, que dormia em um dos quartos da casa quando foi atingido, mas sim um amigo do irmão dela, que também estava na casa, e teria abusado sexualmente dela durante a noite.

“Ela afirmou que quando acordou sem calcinha decidiu esquentar a água para atingir o homem, que seria amigo do pai da criança. Como o garoto costumava dormir no quarto com o avô quando passava os finais de semana lá, ela derramou a água por engano no menino, que nesta noite, estava em outro quarto”, detalhou o escrivão.

Logo após ser atingido pela água quente o garoto foi socorrido a um hospital na própria cidade de Alcobaça, onde permanece internado. Ele sofreu queimaduras de segundo grau na orelha, no pescoço e nos ombros.

Como a delegacia de Alcobaça não funciona durante o final de semana, o caso foi conduzido a Teixeira de Freitas onde foi feito o flagrante. As investigações acerca do que foi dito pela mulher e o depoimento dos familiares serão prestados em Alcobaça. A tia do menino continua detida na Delegacia de Teixeira de Freitas, à disposição da Justiça.

 

 

Matéria Original: Correio24h

Português de 64 anos é preso por alugar armas a quadrilhas de Porto Seguro

Português de 64 anos é preso por alugar armas a quadrilhas de Porto Seguro

Francisco José foi encaminhado para o presídio de Eunápolis

Um português foi preso nesta terça-feira (18) em Porto Seguro, no sul da Bahia, suspeito de alugar armamento para quadrilhas da região. Francisco José da Graça Mortágua, 64 anos, foi detido em flagrante em operação conjunta da Polícia Federal (PF) e da Polícia Militar.

Foram apreendidos uma submetralhadora 9mm, dois fuzis 5.56 mm, 21 pistolas de calibre restrito (12 .40, seis 9 mm e três .45), cerca de 1 mil cartuchos de vários calibres restritos e sete quilos e meio de cocaína.

“O armamento era alugado para ações criminosas executadas nas regiões de Cabrália, Porto Seguro e Eunápolis, além de utilizado na disputa por ponto de tráfico de drogas na cidade”, afirmou o major Anacleto França, comandante da Cipe/Mata Atlântica. A droga era comercializada na orla da cidade.

Francisco José foi encaminhado para o presídio de Eunápolis.

 

 

Matéria Original: Correio24h

Mototaxista é preso por ligação com tráfico em segundo dia de operação em Nazaré

Mototaxista é preso por ligação com tráfico em segundo dia de operação em Nazaré

Ontem, duas pessoas foram presas: Cylene Souza Bandeira, a Tia Ciça e Luís Alberto Galvão

O mototaxista Cleidisson dos Santos Silva, 40, foi preso por associação ao tráfico de drogas durante o segundo dia de operação policial no município de Nazaré, no Recôncavo da Bahia. Conhecido como “Queo do Apaga Fogo”, ele foi candidato a vereador nas eleições de 2012.

De acordo com o delegado Marcos Maia, titular da delegacia de Nazaré e responsável pelas investigações, Cleidisson transportava criminosos em sua motocicleta e atuava como um ”olheiro”, passando informações da atuação da polícia para a quadrilha.

Ele foi preso no bairro de Conceição na manhã desta quarta-feira (19). Além do bairro de Muritiba, onde está localizada a rua Katiara – que também nomeia o estatuto de uma facção criminosa que atua no Recôncavo e em bairros de Salvador -, a operação acontece nos bairros de Apaga Fogo e Cajueiro.

É uma ação menor que a realizada na terça (18), quando um efetivo de 90 policiais, usando motocicletas, viaturas, helicópteros e jet ski cercaram a cidade.

Ontem, duas pessoas foram presas: Cylene Souza Bandeira, a Tia Ciça, que já tinha mandado de prisão por tráfico e foi encontrada com uma quantidade de maconha prensada; e Luís Alberto Galvão, o Galvão, 34 anos, que comprava  munições para quadrilha. Também foram apreendidos três coletes, balança de precisão e munições calibre 12.

A presença de tantos policiais deixou a população apreensiva. “A cidade acordou cheia de policiais. Polícia Civil, Militar e até Federal. Um corre-corre danado no fim danado no fim madrugada”, declarou a funcionária de uma farmácia.

“Ninguém sabia o que estava acontecendo. Nunca vivos tantas viaturas e policiais se movimentando pela cidade. Até jet-ski teve. Ficamos sem entender. Só depois que soubemos que era uma ação para pegar a Katiara”, declarou a dona de um salão de beleza.

 

 

Matéria Original: Correio24h

Festival de Morro de São Paulo já tem data confirmada

Festival de Morro de São Paulo já tem data confirmada

Programação gratuita acontecerá no feriado de Finados, de 31 de outubro a 1º de novembro

O famoso Festival de Morro de São Paulo já tem data confirmada para 2015. Com um novo nome e várias novidades, a 6ª edição acontecerá um pouco mais cedo esse ano, no feriado prolongado de Finados, de 31 de outubro a 1 de novembro.

O anúncio foi feito nesta terça-feira (18) pelo prefeito de Cairu, Fernando Brito. “Este ano o Festival de Morro assumirá uma nova roupagem, resgatando o conceito original, com valorização da expressões musicais brasileiras e folclóricas do Baixo Sul”, explicou Brito.

O Festival voltará a ter dois palcos, o Vila, que vai funcionar à tarde e o palco principal, na Segunda Praia, com shows gratuitos à noite. A grade com a programação completa – e gratuita – ainda não foi divulgada.

Renomados artistas já estiveram presentes no evento, que começou em 2010. Entre eles Carlinhos Brown, Nando Reis, Maria Gadu, Vanessa da Mata e Capital Inicial.

Morro de São Paulo fica no arquipélago de Tinharé e é um dos principais destinos turísticos da Bahia. No período do Festival são aproximadamente 4 mil pessoas hospedadas e cerca de 15 mil pessoas presentes, por noite, em cada show.

 

 

Matéria Original: Correio24h

Com mortes em festa, Simões Filho registra 62 homicídios este ano

Com mortes em festa, Simões Filho registra 62 homicídios este ano

Polícia investiga o crime, que aconteceu no domingo

Com dois homicídios de domingo, chegou a 62 o número de assassinatos registrados no município de Simões Filho este ano, segundo boletins diários divulgados pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) em seu site.

O número representa uma redução de 26%, com relação ao mesmo período de  2014, quando foram registrados 84 homicídios. Simões Filho já foi considerado o município mais violento de todo o país.

Apesar da redução deste ano, chama a atenção o salto de violência observado nos meses de julho e agosto. Em julho, foram 15 homicídios no município, o maior registro do ano (confira abaixo), e este mês, em dez dias, já foram sete assassinatos.

“Houve um acréscimo aparente, mas estamos ainda dentro da meta, que era de reduzir o número de homicídios”, afirmou o delegado titular da 22ª Delegacia (Simões Filho), Rogério Pereira Ribeiro.

Segundo ele, faltam políticas públicas nacionais para a redução da violência. “A política que existe está voltada para o combate, quando na verdade deveria estar voltada para a prevenção”, avaliou.

Crime em festa “paredão”
Cinco pessoas foram baleadas durante um ataque na noite de domingo durante uma festa, em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador. Duas delas morreram: Ueberson Batista Macedo, 27 anos, e Carlos Ailton dos Santos Ribeiro, 18.

Segundo informações da Polícia Militar (PM), o crime aconteceu por volta das 21h, na Rua Otávio Mangabeira, em um local conhecido como Largo do Silviano. As vítimas haviam saído de uma festa no bar Tô Chegando e montaram, na rua, um paredão de som – uma reunião de equipamentos de som de carro.

Ainda de acordo com a PM, mais de 20 pessoas estavam reunidas na festa do paredão, no Loteamento Cristo Rey, comemorando o Dia dos Pais, quando pelo menos quatro homens  armados  chegaram ao local em um carro preto e atiraram na direção do grupo.

Cinco pessoas foram atingidas pelos disparos. Ueberson Batista Macedo, 27 anos, morreu no local do crime. A segunda vítima fatal, Carlos Ailton dos Santos Ribeiro, 18, recebeu um tiro na altura do pescoço, chegou a ser socorrido para o Hospital Municipal de Simões Filho, mas também não resistiu.

As outras três vítimas, Laura Gomes Santa Isabel, 20 anos, atingida no peito, Richard de Soares de Jesus, 18, baleado na perna esquerda, e uma adolescente de 15 anos, atingida na mão, também foram socorridas por familiares para o Hospital Municipal de Simões Filho, onde permaneciam internadas até o final da tarde de ontem.

Ainda de acordo com a PM, houve correria no momento dos disparos e nenhuma testemunha conseguiu identificar o veículo ou anotar a placa do carro.

Hipóteses
Segundo o delegado Rogério Pereira Ribeiro, titular da 22ª Delegacia (Simões Filho), há duas hipóteses para o crime: a primeira seria o envolvimento de Ueberson, que também era conhecido como Quim, com o tráfico de drogas. A segunda é  uma briga antiga de Quim.

“Havia um direcionamento dos tiros que era para o traficante Ueberson, conhecido com Quim. Ele tem passagem pela polícia. As outras vítimas não tinham relação e foram baleadas porque estavam no local. Essa primeira hipótese estaria relacionada com uma suposta dívida de Ueberson”, explicou.

“Já a segunda hipótese está ligada a uma briga que ele teve com o autor dos disparos. Nós ainda não sabemos a motivação da briga, mas já temos o nome de um suspeito”, completou o delegado.

Ainda segundo Ribeiro, equipes do Serviço de Investigação da Polícia Civil (SI) já estão em busca do suspeito. A prisão poderá ser efetuada ainda hoje. “Estamos com as equipes na rua, trabalhando para dar um flagrante nele. Não posso falar ainda quem é. Pelo menos quatro pessoas participaram do crime”, afirmou.

Sem relação
De acordo com o delegado, Carlos Ailton dos Santos Ribeiro não tinha passagem pela polícia e também não tinha nenhuma relação com o suspeito de ter cometido o crime. No início da tarde de hoje, o pai do rapaz, Ailton Ribeiro Ramos, 57 anos, foi ao Instituto Médico-Legal Nina Rodrigues (IML) efetuar o reconhecimento do corpo do filho. Segundo ele, o rapaz saiu de casa informando que não demoraria a voltar.

“Na hora que ele saiu de casa, eu estava dormindo. Ele saiu para essa festa e disse para a mãe que não ia demorar. Até onde eu sei, ele saiu de casa sozinho. Depois, só recebi uma ligação, não sei dizer de quem, informando que meu filho tinha sido baleado e estava no hospital. Quando eu cheguei lá (no hospital), ele já estava morto”, lamentou.

Ainda segundo o pai da vítima, o filho trabalhava há pelo menos oito meses como prestador de serviços gerais na Ceasa de Simões Filho. “Ele era um bom filho, não tinha envolvimento com coisa ruim, morava comigo, com a mãe e os outros dois irmãos. Ele era o do meio. Trabalhava na Ceasa durante o dia, para ajudar em casa, e à noite estudava”, contou.

Procurada pela reportagem do CORREIO, a Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC) informou que Carlos Ailton não possuía matrícula na rede estadual de ensino. A reportagem também entrou em contato com a Secretaria Municipal de Educação de Simões Filho (Semed), mas não foi atendida.

Os corpos de Carlos Ailton e de Ueberson Batista foram sepultados ontem no Cemitério Municipal de Simões Filho.

 

 

Matéria Original: Correio da Bahia

Por ciúmes, mulher crava faca na cabeça de rival em Ilhéus

Por ciúmes, mulher crava faca na cabeça de rival em Ilhéus

Vítima passa bem e não corre risco de ter sequelas

Uma jovem de 23 anos foi vítima de uma tentativa de homicídio no município de Ilhéus, no Sul da Bahia. O caso aconteceu por volta das 17h de segunda-feira (10), na porta da escola onde a vítima estuda. Ela foi transferida ainda na emergência do Hospital Regional Luís Viana Filho, em Ilhéus, para o Hospital de Base de Itabuna, onde passou por cirurgia e teve a faca retirada da cabeça.

De acordo com Paulo Bicalho, diretor do Hospital de Base de Itabuna, Giovania Nanglei Ferreira dos Santos não apresentou complicações após a retirada da faca. Ela já foi medicada e teve alta na tarde desta terça-feira (11). Ela prestou depoimento ainda na unidade de saúde.

O diretor do hospital afirmou também que a possibilidade da vítima ter sequelas por conta da facada é quase inexistente. “Não houve lesão de estrutura importante do crânio”, contou Bicalho ao CORREIO. Giovania passou por um raio-X ainda na segunda-feira e uma tomografia computadorizada nesta terça.

Em depoimento realizado na unidade de saúde, a vítima contou que o ataque foi realizado por uma mulher de prenome Paloma, que teria sido motivada por ciúmes do namorado. O CORREIO tentou entrar em contato com a delegacia de Ilhéus para saber se a autora da tentativa de homicídio já foi localizada, entretanto não conseguiu resposta.

 

 

Matéria Original: Correio da Bahia